A cidade das Artes e das Ciências

Quem vem para a Espanha não pode deixar de conhecer Valencia. Nao só pela famosa gastronomia (nunca comi tanta paella na vida), mas pela união de antiguidade e modernidade que se encontra na cidade (olha, rimou!). A parte do centro histórico me lembrou muito Sevilla, mesmo estilinho: pracinhas, fontes, barzinhos com as mesinhas todas fora, torres, muralhas, igrejas gigantes, muita construção de pedra, etc. Já a parte moderna, JESUISDOCÉUQUEQUEÉISSO!? Simplesmente maravilhosa! É por esse motivo que essa parte da cidade é chamada de “Cidade das Artes e das Ciências”. São quatro construções animalmente animais que necessitam de pelo menos 3 dias para serem conhecidas totalmente. A primeira delas é o “Palau de las Arts” (Palácio das Artes) que tem formato de um olho humano (pensa num prédio com essa forma, cara!), a segunda é o “L’hemisfèric” (onde tem um IMAX dentro =D),  a terceira é o “Museo de las Ciencias Príncipe Felipe” e a quarta é o “L’Oceanogràfic” (uma espécie de Sea World).

Sei que os nomes parecem hora espanhol, hora portugês, hora francês, hora inglês, hora italiano: isso se chama catalão. Em Valencia (além de Barcelona) também utilizam muito o idioma. Os valencianos têm um sotaque agradabilíssimo, os sons dos C e dos S são super engraçadinhos… Além disso, ô povo gentil e educado, MEU DEUS! Não sei se é porque vivi em Sevilla tanto tempo (os andaluzes em geral são uns grossos da porra) ou se porque o povo ali é realmente mais educado que o normal. Em Valencia é cheeeeeeeeeeeeeeeeio de italianos (mais um motivo para passar um tempinho da cidade hehehehe). Muitos deles vieram me pedir informação na rua, eu lá tenho cara de espanhola por acaso?

Valencia também é a cidade onde mais tem pontes sem rio embaixo que eu já vi na vida! Todas as pontes que ligam as duas partes da cidade estão sobre campinhos de futebol e parques (que estão sempre cheios de gente passando tempo). Valencia não está no meu TOP 10 de melhores cidades do mundo (estive em pouco mais de 80), mas com certeza vale a pena visitar!

Anúncios

3 Respostas to “A cidade das Artes e das Ciências”

  1. Jean Says:

    E a corrida dos touross??
    ;~~

    Vi dia desses e lembrei
    =P

    Te cuida né, você e sua mania de correr atrás de touros, búfalos e similares.
    ;P
    Beeijo, se cuida.

  2. Rafaelli Says:

    Essas pontes sem rio existem porque ali antes tinha um rio, só que teve um alagamento nao-sei-quando catastrófico e tal e resolveram mudar o percurso do rio. As pontes ficaram né =). A cidade de artes e ciencias foi construida onde tbm era rio, por isso que ela infelizmente fica dentro de um “buraco”. É linda e impressionante a construcao sem dúvidas, mas normalmente monumento deve ficar mais visível e em pontos um pouco mais elevados que o normal, mas nesse caso foi o contrário, meio burrada isso, mas de qualquer forma linda linda.

  3. Débora Says:

    Nossa, curti o texto.
    Realmente comi muita paella em Valência e apesar de não voltar mais lá, tive um bom momento na cidade.
    Agora falares mal de Sevilla não me agradou… Eu sei que você morou na cidade mas meus poucos 10 dias fizeram com que meu coração ficasse na Estación Santa Justa me esperando meu retorno. :-)
    Seus textos são ótimos e os andaluces simpáticos, amáveis, educados, e otras cositas más! ;-)
    Bjo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: